Redes wireless sem segurança

Não deixe a rede Wi-Fi ser sua maior falha de segurança!

Enquanto o uso de dispositivos habilitados para a internet (IoT) continua a crescer em 2018 e posteriormente, os riscos da segurança sem fio também. Se os dispositivos IoT forem invadidos, isso podem resultar em muitos problemas, incluindo negação de serviço, comprometimento de dados pessoais e falhas maiores de infraestrutura.

Ataques a redes Wi-Fi são baratos e extremamente populares e muitos usuários realmente não entendem os riscos. Ao usar ferramentas de acesso fácil e com uma abundância de tutoriais em vídeo na internet, até o hacker mais iniciante pode interceptar tráfego que flui por Wi-Fi. Existem ferramentas do tamanho de um smartphone disponíveis online a preços a partir de US$ 99, que podem ser usadas por uma pessoa mal-intencionada para obter dados valiosos de seu smartphone, tablet ou notebook - nome de usuário, senhas, dados de cartões de crédito e outras informações sensíveis.

91% dos usuários estão cientes da segurança de Wi-Fi público, mas 89% escolhem ignorá-la.

 

A geração do milênio (18-35) é responsável pelo consumo da maior quantidade de Wi-Fi.

 

71% das comunicações de dispositivos móveis se dá por Wi-Fi

As ameaças ao Wi-Fi deixam as empresas vulneráveis

  • Ataque de interceptação (MitM)
    A comunicação cotidiana via Wi-Fi pode levar à violação quando um hacker intercepta secretamente e altera conversações legítimas.
  • Evil Twin
    Os criminosos cibernéticos usam seus próprios access points mal-intecionados para personificarem um nome real na rede de Wi-Fi de access point e endereço de hardware único. Os usuários estão em risco de perderem documentos privados e credenciais que podem conter informações muito sensíveis para os ladrões cibernéticos, que interceptam dados de forma oportunista enviados por meio da rede.
  • Access point configurado incorretamente
    Implementar pontos de acesso sem seguir as melhores práticas de segurança para Wi-Fi pode levar a configurações incorretas acidentais, que com frequência acarretam um risco à segurança.
  • Access point clandestino/Rogue
    Nada evita fisicamente que um criminoso cibernético entre a partir de um access point externo em sua rede e convide vítimas inocentes a se conectarem. Os usuários vitimados pelo Rogue AP estão susceptíveis ao roubo de dados e credenciais e também à injeção de código mal-intencionado, que com frequência passa desapercebido, como backdoors para acesso remoto do invasor.
  • Uso inadequado e ilegal
    As empresas que oferecem Wi-Fi para convidados correm o risco de hospedar uma variedade considerável de comunicações ilegais e possivelmente perigosas. Conteúdo extremista ou para adultos pode ser ofensivo aos usuários vizinhos e baixar ilegalmente mídia protegida deixa a empresa aberta a processos por infração de direitos autorais.
  • Spoofing de endereço MAC AP
    Os criminosos cibernéticos que atacam violando a segurança do Wi-Fi normalmente tentam disfarçar os access points mal-intencionados como access points legítimos ou conhecidos por meio do spoofing de endereços MAC.
  • Ataque Karma
    Access points mal-intencionados escutam para sondar as necessidades de clientes que procuram por nomes de redes de Wi-Fi nas quais se conectaram anteriormente e, então transmitem tais nomes, fazendo com que a(s) vítima(s) se conectem ao AP mal-intencionado e roubam dados, credenciais e outras informações sensíveis.
  • Quebra de criptografia WPA/WPA2 (KRACK)
    Com a KRACK, a transmissão de dados por redes Wi-Fi com criptografia WPA/WPA2 pode ser interceptada, descriptografada e modificada sem o conhecimento do usuário. Essa falha de segurança significa que, para clientes e access points vulneráveis, o tráfego de Wi-Fi com criptografia WPA e WPA2 está potencialmente exposto.

 

Como posso me proteger?

Você pode pensar que está protegido contra eavesdroppers ao proteger a sua rede wireless com uma senha. A verdade é que, se você usar um protocolo mais antigo, como o WEP, os invasores poderão quebrar a senha da rede wireless de forma fácil e rápida. Até mesmo os protocolos mais seguros são vulneráveis a ataques de força bruta se a senha não é forte o suficiente.

Até mesmo as proteções clássicas, como a filtragem de endereços MAC, já não são suficientes para proteger contra ataques wireless modernos, já que agora os invasores normalmente falsificam endereços de hardware para que correspondam a clientes protegidos ou, inclusive, a access points autorizados.

A WatchGuard protege sua empresa hoje e no futuro, oferecendo mais do que apenas conectividade Wi-Fi. Oferecemos segurança patenteada, defendendo sua empresa, seus dispositivos IoT e clientes 24/7 de ataques de interceptação (MitM)e de negação de serviço, APs clandestinos e muito mais - e com falsos positivos próximos a zero. Saiba mais >

Como proteger sua rede Wi-Fi

Ícone: WatchGuard Secure Wi-Fi
WatchGuard Secure Wi-Fi A

solução Secure Wi-Fi da WatchGuard foi projetada para proporcionar um espaço de trabalho seguro e protegido para ambientes de Wi-Fi e, ao mesmo tempo, eliminar dificuldades administrativas e reduzir bastante os custos. Com ferramentas de envolvimento expansivas e visibilidade da análise do negócio, elas oferecem vantagem competitiva de que seu negócio precisa para ter sucesso.

Saiba mais

SOBRE A WATCHGUARD

A WatchGuard desenvolveu aproximadamente um milhão de appliances multifuncionais integradas de gerenciamento de ameaças em todo o mundo. Nossas caixas vermelhas exclusivas são arquitetadas para serem os dispositivos de segurança mais inteligentes, mais rápidos e excelentes do mercado, com todos os mecanismos de varredura sendo executados com toda a força. Por que comprar WatchGuard? Descubra aqui.

 

ENTRE EM CONTATO

Sobre Nós

Social Media